• contato@medicandoalegria.com.br
  • (41) 9 9700-4853
News Photo

Projeto Medicando Alegria promove bom humor e bem-estar a pacientes do Hospital Infantil

POR: CAROLINE PAULART

23 SETEMBRO 2019

Esperar por consultas, atendimentos ou exames, ou ainda estar internado, não é uma tarefa muito fácil, especialmente quando se trata de crianças. Pensando em promover o bem-estar de crianças e adultos que estão no Hospital Infantil Waldemar Monastier, o projeto Medicando Alegria leva peças teatrais, circenses e musicais, contagiando as alas e salas por onde passa. São sete artistas que compõem o grupo, além de outras pessoas que atuam como voluntárias também, mas há vagas abertas para novos integrantes voluntários.

Toto Lopes, conhecido já na cidade por seus projetos sociais, conta que a ideia surgiu ao perceber que poucas pessoas dispunham de tempo para alegrarem também os dias de semana dos pacientes. Aproximadamente, o HIWM atende 300 crianças por dia e, se contabilizar dois acompanhantes por criança, já são 900 pessoas transitando pelo prédio de segunda a sexta-feira, especialmente no horário da manhã, quando o movimento é mais intenso. Ao longo de 10 meses de execução do projeto, a estimativa é beneficiar mais de 45.000 crianças e seus familiares. O hospital atende crianças de todo o estado do Paraná.

“Esse ano o Hospital Infantil comemora 10 anos, e nesses 10 anos sou voluntário do hospital.Em todos esses anos, conheci as necessidades do hospital, via que as crianças, as mães e familiares ficavam muito afoitos nos ambulatórios e tristes nos corredores e quartos. Isso me fez pensar que um projeto com a arte seria uma ótima ferramenta de inclusão social. E através dessas apresentações artísticas poderíamos levar muita alegria, e com alegria podemos ajudar até mesmo na recuperação dos pacientes. Cientificamente é provado que alegria pode ajudar na cura. Além de atender pacientes e familiares, beneficiaria também os próprios funcionários em um lugar onde a tristeza está presente o tempo todo”, revela o diretor do projeto.

Aos poucos, Toto foi transformando o ambiente, colorindo o Hospital, o jardim, a UTI, fazendo jogos pedagógicos no chão da área externa, entre outras coisas, tudo de forma gratuita, inclusive o material. No futuro, pretende expandir para o trabalho voluntário e arrecadação de fraldas e produtos de higiene, para ajudar famílias carentes atendidas pela instituição.

“O projeto também vai ajudar artista locais, para valorizar a cultura e a arte local, dando oportunidade a artistas de alguma forma, você fomenta a cultura e a dignidade de quem gostaria de levar a arte ao público de forma lúdica e alegre. Temos totalmente o apoio do Hospital Infantil Waldemar Monastier para que o projeto venha acontecer”, comemora.

Toto conta que precisa de apoio financeiro também para fortalecer a ideia, com a intenção de impactar ainda mais vidas dentro da instituição. Empresários ou pessoas físicas que quiserem contribuir podem entrar em contato com o diretor do projeto, pelo Whatsapp no (41) 99700-4853, pelo e-mail contato@totoartes.com.br ou pelas páginas no Instagram @medicandoalegria e @artistatotolopes.


Fonte: Folha de Campo Largo

Compartilhar Artigo

Comentário

Gostaria de saber mais sobre o Projeto Medicando Alegria?